terça-feira, 7 de maio de 2013

Desabafo sobre a industria alimentar

Irrita-me tanto o facto de haver tanta oferta de sabores nos iogurtes normais e quando procuramos o magro, além de ser bem mais caro só se encontram na mesma oferta de sabores. Qual é a dificuldade nos iogurtes magros? Porque são mais caros? A mim quer-me parecer que é uma mina de ouro, metemos mais água no leite e pumba, mais uns cêntimos em cima, mais água no sumo, pumba, diz light mais uns cêntimos.

Ainda há pouco tempo trouxe para casa um pack de 16 iogurtes normais da marca continente quase pelo mesmo preço que um pack de 8 magros, claro que a oferta de sabores nem se compara.

Fico mesmo frustrada, além da maioria dos produtos light serem uma treta, são mais caros, isto é uma mina de ouro, alguém que trabalhe na área da alimentação que me consiga explicar isto?

3 comentários:

  1. Pessoalmente só como iogurtes magros, tal como só bebo leite magro, pq os outros sabem-me todos mais a gordura (n sei explicar...é o mesmo que acontece a muita gente relativamente a leite gordo, eu tenho em relação a leite meio gordo)...mas tenho ideia que sou a excepção, a maior parte das pessoas consome iogurtes normais daí a oferta adequar-se a procura...No entanto qd vou a Espanha costumo comprar mais variedades...temos que nos aguentar com os saborzinhos da treta que temos disponíveis..bahhh

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Só na gama do continente os magros vêm em: morango, côco, ananás e manga, os normais vêm em: limão, framboesa, morango, côco e não sei que mais ... por exemplo, eu adoro iogurtes de banana e nos magros é impossivel encontrar. Eu também prefiro iogurte e leite magro, isto desde sempre, fico é espantada com a quantidade de açucares presente nos leites do mercado, sejam leite de vaca, soja, arroz ou outros...
      beijinhos

      Eliminar
  2. Isso dos açúcares é um bocado inevitável uma vez que o leite de origem animal tem (naturalmente) lactose, o arroz é maioritariamente composto por hidratos de carbono e portanto é normal que o leite de arroz também tenha uma boa quantidade, etc. O que é importante é que não sejam açúcares adicionados artificialmente pela indústria, embora para diabéticos todos os açúcares sejam problemáticos. Não deixando de consumir leite, o melhor a fazer será escolher aqueles que tenham um índice glicémico mais baixo. O leite de vaca é o que apresenta um índice glicémico mais baixo, seguido pelo leite de soja e depois pelo leite de arroz. Os leites de vaca e soja têm índices glicémicos considerados baixos, enquanto que o índice glicémico do leite de arroz é alto. Portanto, para a mesma quantidade de leite, o leite de arroz deve mesmo ser evitado por quem tem problemas de diabetes.
    Para quem quer emagrecer o que tem mais peso é mesmo o total de calorias dos alimentos (embora a proporção de macro-nutrientes interesse a quem fizer um controlo da composição corporal), mas para quem tem de ter cuidado com a diabetes a quantidade de hidratos de carbono + o índice glicémico dos alimentos, ou então a carga glicémica dos alimentos (esta medida já faz a relação entre o índice glicémico e a quantidade de hidratos de carbono de um alimento) é muitíssimo importante.

    Eu não como iogurtes magros, portanto tenho muito por onde escolher. Por outro lado, eu e o Daniel somos gourmet em relação aos iogurtes e por esse motivo a oferta que nos interessa é limitada. Há que dizer que a maioria dos iogurtes de origem Portuguesa e Espanhola (que é o que mais se encontra no nosso mercado) são bem fraquinhos quando comparados com os iogurtes Franceses, Suíços, Alemães e de outros países do norte da Europa. E depois há ainda o magnífico, o fantástico iogurte Grego! Grego a sério, fabricado mesmo na Grécia e com 10% de gordura (que para um alimento até é pouco, embora seja considerado muito para um iogurte). Muito mais saboroso, muito mais cremoso e com menos açúcar e mais proteína que as habituais versões Ibéricas. É excelente para diabéticos mas deve ser consumido com moderação por quem quiser perder peso.

    ResponderEliminar

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Creative Commons License
Blog True Undertone by Anita Pequena is licensed under a Creative Commons Attribution-NonCommercial-NoDerivs 3.0 Unported License.
Permissions beyond the scope of this license may be available at the About Section.